REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

6 de nov de 2014

A campanha ‎Novembro Azul‬ alerta para diagnóstico precoce do câncer de próstata

Os homens brasileiros vivem em média sete anos a menos do que as mulheres. As principais doenças que acometem os homens de 20 a 59 anos de idade são: infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral e hemorragia intracerebral, neoplasia de brônquios e dos pulmões, seguido da neoplasia do estomago e do encéfalo. As doenças alcoólicas do fígado, fibrose e cirrose hepáticas e pancreatite aguda também fazem parte da lista.

Desta forma, é importante que homens busquem o serviço de saúde para prevenir, tratar e fazer acompanhamento constante destas e outras enfermidades.

Alguns exames e procedimentos são fundamentais para a identificação precoce de doenças e, consequentemente, aumentar as chances de um tratamento eficaz e com menos sequelas.

Entre eles, destacam-se: o toque retal, a partir dos 45 anos para homens com histórico familiar de câncer de próstata e 50 anos para pacientes sintomáticos, o autoexame de testículos e pênis, o acompanhamento de aferição de pressão arterial, o lipidograma e os de dosagens de colesterol LDL e HDL e de triglicerídeos. O teste de Proteína C Reativa, o exame de urina e o hemograma auxiliam também na identificação de infecções.

Outros testes fundamentais a serem realizados dizem respeito às doenças sexualmente transmissíveis. São eles: o de Anticorpos anti-HIV, o de hepatite B (HBsAg) e o do vírus da hepatite C (anti-HCV).

Os exames e procedimentos devem ser solicitados pelo profissional de saúde, respeitando os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Caso seja detectada alguma alteração em algum desses exames, o homem deve ser referenciado para o tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS). O mesmo procedimento deve ser adotado, caso o profissional verifique a necessidade de realizar outros exames.

Ressaltamos também que a adoção de hábitos saudáveis, a prática de atividade física regular, a alimentação balanceada e o uso moderado de bebidas alcoólicas são cruciais e responsáveis diretos pela redução dos números de morbidade e mortalidade por agravos evitáveis.

Fonte: Bia Magalhães / Blog da Saúde / Sucram / Coordenação Nacional de Saúde dos Homens

Nenhum comentário:

Postar um comentário