REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

16 de nov de 2014

Reportagem do JC retrata realidade melancólica da cultura em Goiana


Mais uma vez Goiana se projeta para a grande mídia estadual de forma negativa. Uma reportagem do Jornal do Commercio (JC) que tinha todos os motivos para ser positiva - por abordar um importante projeto cultural, a Mostra Canavial de Cinema - acabou virando um triste relato da melancolia cultural do município. 

A repórter que escreveu a matéria intitulada "Um cineteatro em busca de sua projeção" para a edição de ontem (15) do JC, Karol Pacheco, deu grande ênfase a falta de público e abordou a inexistência de uma programação permanente no espaço cultural. 

Logo no início do texto ela descreveu a indiferença sofrida pelo Polytheama, "um equipamento público centenário passa quase despercebido". Na matéria ela ainda ressalta um contraste deprimente ao comparar o reduzido público presente em uma das sessões da Mostra Canavial, com os bares vizinhos ao cineteatro quase cheios.

Para o produtor cultural e idealizador da Mostra Canavial de Cinema, Caio Dornelas, os motivos para para a indiferença do público ao Polytheama são bastante claros. "Não tem uma programação permanente em cartaz, não funciona para a formação de público para o cinema nacional, não está a serviço da cultura da região", disparou.

Recentemente Dornelas participou do programa Comunidade em Movimento, da rádio Nova FM, para falar justamente sobre o Polytheama. E, mais do que retratar a melancolia cultural simbolizada pela subutilização do espaço cultural, ele denunciou o sucateamento do cineteatro que foi reinaugurado em 2010 e custou aos cofres públicos R$ 1,2 milhão.


Fonte: Blog do Felipe Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário