REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

20 de nov de 2014

Zé do Carmo completa 81 anos.

Há 81 anos, nascia, em Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, José do Carmo Souza, o Zé do Carmo. Filho de artesãos, saiu aos seus e tornou-se um símbolo da arte do barro em todo o estado, ofício que faz parte de sua vida desde os 7 anos de idade. Após a morte da mãe – católica fervorosa –, Zé deu vazão mais livremente à sua criação, esculpindo seus anjos católicos, adaptados ao contexto nordestino. Sua obra passou a se caracterizar por esse viés – o que ele chama de “transfiguração humana” – e virou sua marca registrada, chegando até a ter uma de suas obras cogitada como presente ao Papa João Paulo II, em sua visita ao Brasil, em 1980. A peça, no entanto, um anjo com cara de cangaceiro, nunca chegou às mãos do Papa por ter sido considerada profana pela arquidiocese pernambucana à época. 

Dono de traços singulares em sua obra, Zé do Carmo mantém seu nome entre os grandes artesãos do estado, tendo sido eleito Patrimônio Vivo de Pernambuco em 2005. Um grande mestre, que fez da sua arte uma forma de reprocessar e confluir os imaginários católico e nordestino.

Fonte: Portal Cultura
Foto: Flávio Barbosa


Nenhum comentário:

Postar um comentário