REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

2 de mar de 2015

Prefeita Sandra Felix recebe comissão dos Sem Terra e Sem Teto

Na manhã desta sexta-feira (27), a Prefeita Sandra Felix recebeu uma comissão dos movimentos Sem Terra e Sem Teto, representante das famílias que sofreram uma ação de despejo em área particular na última terça-feira (24) em Condado.

A comissão formada por Clécio Coelho , Antônio Manuel, Ana Emylia, Ana Angélica, Edileuza Mariano e Fernando da direção estadual do Movimento Sem Terra, apresentou uma pauta de reinvindicações na busca de uma solução para as 900 famílias que ocupavam a área de uma usina na cidade.

A prefeita Sandra Felix informou à comissão da disponibilidade do município em buscar uma solução conjunta para o impasse. “Estamos aqui para juntos buscarmos uma solução. Houve boatos de que eu estaria omissa à situação, o que não procede. Assim como buscamos uma alternativa para as famílias assentadas próximas ao Loteamento Esperança, me disponho a buscar apoio junto às esferas necessárias para resolvermos juntos esta questão.” Se dispôs a prefeita.

A comissão solicitou da prefeitura a doação de alimentos, lonas e auxílios moradia para as famílias, o que de imediato não foi prometido. “Devido ao grande número de famílias e as dificuldades financeiras enfrentadas pelo município eu não posso prometer algo que não posso cumprir. Temos consciência plena da situação e estou aberta a sugestões de como o município pode ajudá-los. Antes precisamos fazer um estudo de como podemos atendê-los neste sentido. A nossa maior limitação neste momento é financeira.” Pontou Sandra Felix.

Ficou acordado entre as partes que o município agendará uma reunião na próxima semana junto à Companhia Estadual de Habitação e Obras- CEHAB, para a busca de apoio junto ao Governo do Estado.

Outra medida imediata será uma visita na tarde de hoje, da Secretária Municipal de Desenvolvimento Social e a assistente social do município, para mapeamento das necessidades das pessoas, em especial de uma família apontada pelo movimento como prioridade, devido à situação precária em que se encontra.

Após a conversa, a comissão se reportou às famílias que se mobilizaram em frente à Prefeitura e que pacificamente receberam o resultado da reunião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário