REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

28 de abr de 2016

Cultura: Coco de Pareia traz à tona ritmos e cantigas que fizeram parte da história do coco de roda goianense

Foto: Marcus Vinicius
O Coco de Pareia, fundado em 19 de março de 2011, tem o objetivo de resgatar as linhagens de antigos mestres goianenses. 

Em Goiana existia uma grande variedade de coco de roda como: Coco de Ganzá do mestre Jacoca, Coco de Melê da mestra Lurdes, Coco de Umbigada do mestre Preá, além do Coco de Terreiro ou de Salão do mestre Sebastião Grosso. 
Tais manifestações foram perdendo sua consolidação no cenário cultural goianense com o passar dos anos, o Coco de Pareia visa resgatar essas linhagens, trazendo à tona ritmos e cantigas que um dia estiveram na palma da mão e na ponta do pé de todos que fizeram parte da história do côco de roda goianense. 
Tacio, conhecido como Pareia, começou a embarcar neste cenário em 2004 na casa de Sebastião Grosso, seu mestre de côco, onde se enveredou pela raiz da brincadeira e fundou o Côco Infantil Catolé. 

Hoje, Pareia é mestre de seu grupo e espalha pela Zona da Mata Norte de Pernambuco a diversidade do côco goianense. 

O Côco de Pareia já se apresentou em alguns festivais como o Pernambuco Nação Cultural e alguns polos municipais sempre difundindo e inovando sua cultura local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário