REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

10 de out de 2016

Recife busca o bicampeonato na Olimpíada Brasileira de Robótica

Competição acontece a partir das 9h desta segunda (10), no Shopping RioMar, com participação de cinco equipes da rede municipal de ensino
Cinco equipes da rede municipal de ensino do Recife disputam, a partir das 9h desta segunda (10), a etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontece até a quarta-feira (12), no Shopping RioMar, bairro do Pina. Após vencer a competição no ano passado, a Escola Municipal Rodolfo Aureliano volta a campo em busca do bicampeonato, competindo lado a lado, no Nível 1 (Ensino Fundamental), com as Escolas Municipais da Iputinga, de Tejipió e Paulo VI. A Prefeitura do Recife conta ainda com o time da Unidade de Tecnologia na Educação (Utec) Gregório Bezerra, que inclui ex-alunos integrantes da equipe campeã brasileira de robótica em 2015. Esse último time participa da OBR no Nível 2, voltado para o Ensino Médio.

No total, são 18 alunos e alunas, que contam com o apoio de 14 professores, técnicos pedagógicos e estagiários da Secretaria de Educação do Recife. As unidades de ensino se classificaram para a etapa nacional após se destacarem na OBR estadual, realizada dentro da programação da Campus Party Recife, em agosto. As escolas municipais do Recife conquistaram as quatro primeiras posições do Nível 1, enquanto que a Utec ficou em terceiro lugar no Nível 2. Pernambuco é o único estado com quatro equipes de Ensino Fundamental classificadas para a fase nacional (os demais têm três times) porque a Escola Municipal Rodolfo Aureliano já tinha vaga garantida por ter sido a campeã brasileira de 2015, além de ter ficado em oitavo lugar na RoboCup, campeonato mundial de robótica disputado em julho deste ano, na Alemanha.

A rede municipal de ensino do Recife já tinha sido campeã estadual em 2014, com a equipe da Escola Municipal de Tempo Integral (EMTI) Dom Bosco. De acordo com o secretário de Educação do Recife, Jorge Vieira, o bom desempenho dos alunos mostra a evolução do Programa Robótica na Escola. "Somos campeões nacionais da OBR, vencemos duas vezes a etapa estadual e estamos confiantes em conseguir outro ótimo resultado. Conquistas como estas evidenciam o sucesso do programa, que faz mais de 73 mil alunos aprenderem como se estivessem brincando", afirma.

COMPETIÇÃO - A final da Olimpíada Brasileira de Robótica reúne 90 escolas de todo o Brasil, sendo 45 do Nível 1 e 45 do Nível 2. Os competidores utilizam kits de robótica de encaixe da Lego Education ou componentes eletrônicos em geral para a construção e programação de robôs, que devem percorrer uma pista repleta de rampas e obstáculos, com o objetivo de capturar bolas e despejá-las num local determinado.

A OBR, que é uma das maiores olimpíadas científicas brasileiras, usa a robótica para estimular os estudantes de ensino fundamental, médio e técnico a seguir as carreiras científico-tecnológicas, identificando jovens talentosos e promovendo debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro. Além da competição que envolve a robótica de encaixe, haverá também uma corrida com robôs humanoides NAO (Humanoid Robot Racing), incluindo um que foi programado pela equipe de robótica da Secretaria de Educação do Recife.

PROGRAMA - Mais de 73 mil alunos da rede municipal de ensino do Recife têm acesso à tecnologia através do Programa Robótica na Escola desde 2014. A Secretaria de Educação já investiu R$ 32 milhões no programa, que atende desde as crianças do grupo 3 da Educação Infantil até os jovens do 9º ano do Ensino Fundamental.

Em sala de aula, os alunos têm mais contato com os robôs feitos com blocos de encaixe da Lego Education, que são os mais utilizados nas competições. Todas as 309 unidades de ensino da rede municipal receberam kits de robótica de encaixe, mas cabe aos professores optar por utilizar esse recurso pedagógico em suas aulas - não existe seleção para participar delas.

Já com a linha de robôs humanoides (NAO), os estudantes têm contato quando vão a aulas no Centro de Tecnologia na Educação e Cidadania (Cetec) ou em eventos como a caravana de robôs nas creches municipais e as aulas de robótica específicas para os estudantes com autismo. É oferecida também a linha de robótica com ferramentas, que permite a construção de objetos robóticos a partir de peças simples do cotidiano, envolvendo conhecimentos de mecânica, eletrônica, programação de computadores e metarreciclagem.

Serviço:

O quê: Rede municipal de ensino do Recife busca o bicampeonato da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR)
Quando: A partir das 9h desta segunda (10)
Onde: Shopping RioMar, no Pina
 
Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário