REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

17 de nov de 2016

Grupo Curumim realiza seminário sobre direitos reprodutivos e sexuais das mulheres e a epidemia do vírus Zika



O Grupo Curumim realiza nesta sexta (18), o segundo seminário sobre Métodos Contraceptivos e Prevenção das DST’s, em Tempo da Epidemia da Zika, na cidade de Goiana. O evento faz parte das ações que o Grupo vem desenvolvendo junto às mulheres, adolescentes e jovens por meio de oficinas e disseminação de informações nas comunidades, orientando-os sobre saúde e direitos sexuais e reprodutivos e os cuidados no contexto da epidemia do vírus Zika. O evento vai acontecer na Escola Técnica Estadual Aderico Alves de Vasconcelos (ETE), das 8h às 12h.

Representantes da organização Não Governamental de jovens, o Coletivo Mangueira, e a Secretaria Municipal de Educação de Goiana também vão estar reunidos em mesa redonda aberta ao público, informando sobre saúde, direitos da mulher e prevenção à DSTs e a gravidez indesejada. Durante o encontro, também haverá a premiação do concurso de redação, que envolveu mais de 100 estudantes de cinco escolas.

Entre as participantes está a escola Estadual Augusto Godim, a Escola Técnica Adérico Alves de Vasconcelos (ETE) e as escolas municipais Manoel Borba, Adélia Carneiro Pedrosa e IV Centenário. A expectativa é reunir 150 pessoas entre alunos e moradores da cidade.

Local: Endereço do ETE : Loteamento Coração de Jesus. Rodovia PE-32. Centro.

 
Concurso de Redação

Para alcançar um número maior de jovens informadas sobre seus direitos reprodutivos, sexuais, principalmente no contexto de epidemia da Zika em que Goiana se encontra, o Curumim realizou nos últimos dois meses, encontros com meninas que estudam do 6° ano até o 3° grau para orientá-las sobre esse assunto. Com as informações passadas, elas desenvolveram dissertações para participar do segundo concurso de Redação das escolas de Goiana. Além de informar, o projeto visa reforçar técnicas de redação, o exercício da escrita e uso da gramática direcionadas ao exame do Enem.

“A redação é um instrumento de incentivo ao estudo e pesquisa sobre saúde e direitos sexuais e reprodutivos, com foco na prevenção das DST’s e da gravidez indesejada. Também contribui para que as meninas busquem aprimorar a escrita e a elaboração de uma dissertação”, enfatizou a educadora e integrante da Secretaria Executiva Colegiada do Curumim, Sueli Valongueiro.

Todos os textos foram corrigidos e selecionados por uma banca formada por profissionais da secretaria da educação e do Grupo Curumim. Durante o seminário, as 10 redações selecionadas serão apresentadas e as semifinalistas ganharão um passeio educativo e rádios. As cinco finalistas, um tablet e as duas vencedoras, uma bicicleta.

Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário