REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

5 de jan de 2017

Fábrica da Jeep em Goiana pode diminuir produção do Renegade e fazer demissão em massa

Modificações no esquema da linha de montagem da fábrica da Jeep em Goiana (PE) estão sendo especuladas. Isso porque de acordo com uma fonte anônima, a fábrica da montadora, que pertence ao grupo FCA, reduzirá significativamente a fabricação dos Renegades, que hoje são de 390 veículos por mês. Além disso, mais de 1.000 funcionários poderão ser demitidos. Mudanças devem ocorrer nos próximos dias. 

Procurada, a assessoria da montadora não se pronunciou ainda sobre as informações. Estima-se que a mudança seja para priorizar a produção do Compass, lançado em setembro do ano passado. O utilitário produzido na fábrica de Goiana será exportado para todos os países da América Latina onde a Jeep comercializa os seus veículos, além de já ser vendido em todo Brasil. Outra possibilidade que justifica as mudanças é que a Jeep está com o intuito de forçar a aceitação do Compass no mercado, já que o Renegade já alcançou um número surpreendente de vendas desde o seu lançamento em 2015.

Com a demissão em massa e a redução da produção do Renegade, a Jeep pode entrar para o ranking das montadoras que fizeram grandes mudanças nos seus planos de trabalho nos últimos anos. Estão na escala a Mercedes-Benz, Volkswagen, Mitsubishi e Fiat.
Fonte: Thainá Nogueira/Diário de Pernambuco 
Fotos: Paulo Paiva/DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário