REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

5 de jul de 2017

10° Festival de Cinema de Triunfo abre inscrições para oficinas gratuitas

O cineasta Kennel Rogis vai ministrar a oficina Cinemando – Teoria e Prática, aberta para o público em geral
Estão abertas as inscrições para as oficinas gratuitas da 10ª edição do Festival de Cinema de Triunfo. Os interessados terão até o dia 20 deste mês para se inscrever em duas opções: F(r)icções – Workshop de Crítica Cinematográfica Multimídia e Oficina Cinemando – Teoria e Prática.

As inscrições devem ser feitas na internet através do email festivaldetriunfope@gmail.com, com o título “inscrição + nome da oficina”. Quem quiser participar precisa informar no e-mail o nome completo, idade, contatos (telefone e e-mail) e uma carta de intenção com até 10 linhas sobre a participação na oficina escolhida.

A oficina F(r)icções – Workshop de Crítica Cinematográfica Multimídia terá duas fases, para públicos diferentes, com 15 vagas para cada situação. A primeira será para a formação do júri popular, de 31 de julho a 4 de agosto, e a segunda no período do festival, aberta ao público, de 7 a 12 de agosto. Em ambos os casos, as aulas serão realizadas das 8h às 12h e ministradas pelo doutor em Comunicação (UERJ) e mestre em Educação Tecnológica (UFPE) Márcio Andrade, na Fábrica de Criação Popular do Sesc.

Doutorando em Comunicação (UERJ) e Mestre em Educação Tecnológica (UFPE), Márcio Andrade ministrará a F(r)icções – Workshop de Crítica Cinematográfica Multimídia
Com carga horária de 20h, os participantes vão aprender a produzir análises críticas individuais de cinema em texto e podcasts em formato de mesa redonda que serão publicados em um site criado especificamente para o projeto. Os filmes a serem debatidos serão ou exibidos em sala de aula ao longo da oficina, e serão analisadas questões como roteiro, direção, dentre outros.

Já a Cinemando – Teoria e Prática é uma oficina inédita que propõe uma imersão no mundo do cinema, com a proposta de impulsionar o olhar crítico das pessoas para a leitura de audiovisual como um todo (Cinema, TV, Internet) e o surgimento de novos realizadores audiovisuais. Os conteúdos serão ministrados intercalados com exibições de filmes que dialoguem com a temática explanada durante a aula. Dentre os temas abordados estão: História do cinema Processo de Criação em audiovisual; ideia, reflexão, estética, linguagem e narrativa; Meu primeiro filme: elaboração do roteiro e de um projeto técnico de produção; Novas mídias, ferramentas para gravação audiovisual (uso do celular).

Ao todo serão disponibilizadas 20 vagas, e jovens a partir dos 12 anos podem se inscrever. As aulas serão realizadas de 7 a 12 de agosto, também na Fábrica de Criação Popular do Sesc, e ministradas por Kennel Rogis, cineasta, roteirista, diretor de Fotografia, produtor Cultural e gestor da Gravura Filmes.

Saiba mais sobre os facilitadores:

Márcio Andrade: Doutorando em Comunicação (UERJ) e Mestre em Educação Tecnológica (UFPE), é autor dos livros Autobiografias do Outro – Camadas de Selfies em Documentários Pernambucanos (2015), editado pela Combo Multimídia e incentivado pelo Funcultura, e O Ato Narrativo e a Inclusão Digital – Concepções e Perspectivas por Jovens de Periferia (2015), editado pela EDUFPE, além de publicar artigos em uma série de periódicos acadêmicos, como Revista Doc-Online (UBI-Portugal), Cambiassu (UFMA), Hipertextus (UFPE), Rumores (ECA-USP) e Fronteiras Estudos Midiáticos (Unisinos). Já atuou como roteirista e produtor no Projeto Tela Teatro da Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ), no Centro Tecnológico de Cultura Digital (CTCD/ITEP), na Universidade Federal Rural de Pernambuco (EADTec / UFRPE). Na área de produção de conteúdo multimídia, já colaborou no site Zona Crítica, com publicação de críticas e podcasts relacionados a cinema, e, atualmente, desenvolve o site Quarta Parede, projeto com incentivo do Funcultura em que produz ensaios, podcasts e videocasts relacionados a artes cênicas. Na área de formação, vem ministrando a oficina Ponto de Virada- Escrita Criativa para Roteiro de Ficção (realizada no 17º FestCine) e Divulgue Quanto Puder – Oficina de Comunicação Multimídia (no 25º FIG), alinhavando essas vivências com seus projetos de pesquisa.

Kennel Rogis: É administrador, cineasta, roteirista, diretor de Fotografia, produtor cultural e gestor da Gravura Filmes. Em 2009, lançou “Travessia”, curta aprovado no Edital Microprojetos Mais Cultura para o Semiárido Brasileiro – Governo Federal, e com este documentário participou de vários festivais de cinema pelo país conquistando nove prêmios. Em 2011, idealizou e coordenou o Festival Curta Coremas, evento que se consolidou como sendo exibido em importantes festivais nacionais e internacionais e tendo conquistado mais de 30 prêmios, entre eles o Troféu Cine França Brasil de Melhor Curta Nacional 2014, concedido pelo governo francês no Curta Brasília, o qual lhe rendeu o convite para uma sessão especial na Cinemateca Francesa, em Paris no ano 2015. Em 2016, foi selecionado para o Los Angeles Brazilian Film Festival, levando “Sophia” a Hollywood. Ministra oficinas de linguagem e realização cinematográfica pelo país.

Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário