REGISTROS FOTOGRÁFICOS

.

.
.

25 de jul de 2017

Curso gratuito sobre Produção Cultural chega a Olinda

O Centro Cultural Luiz Freire recebe, entre os meses de agosto de 2017 e janeiro de 2018, o Curso de Produção Cultural – Método Canavial. Ministrado pelo produtor e consultor de políticas culturais Afonso Oliveira, a capacitação conta com inscrições abertas até o dia 28 de julho. São 30 vagas, com prioridade para os moradores de Olinda. Todo o curso é gratuito e a inscrição pode ser feita no próprio Centro Luiz Freire, localizado na Rua 27 de Janeiro, 181, Carmo ou pelo e-mail metodocanavialao@gmail.com. As aulas acontecem sempre as terças, das 14h às 18h, durante seis meses. O curso conta com apoio da Prefeitura de Olinda.

O Método Canavial foi criado em 2008 por Afonso Oliveira, no município de Aliança, como forma de ensino da produção cultural em apoio a valorização da cultura popular da Zona da Mata pernambucana. É um método de produção coletiva e comunitária que alcançou resultados expressivos na região. Em seis anos, os produtores formados pelo Método Canavial alcançaram a marca de R$ 28 milhões em projetos aprovados e executados.

“O que determina o Método Canavial é a administração dos meios de produção cultural nas mãos dos produtores locais. Ele trabalha com a formação humanística do profissional. O trabalho se inicia com exercícios de desconcentração, caminha para que as pessoas percebam que elas estão habituadas a pensar de uma forma criada pela classe dominante e a partir daí cada um vai elaborar sobre sua própria cultura”, destaca Afonso Oliveira.

O curso em Olinda será dividido em três módulos: Módulo 1 (Método Canavial); Módulo 2 (Projetos Culturais) e Módulo 3 (Grupos e Agência de Projetos). Na última etapa, todos os participantes preparam seus projetos para concorrer em editais de cultura.

O Método virou livro patrocinado pelo Funcultura em 2010 e recebeu o prêmio Economia da Cultura do Ministério da Cultura. O curso foi aplicado em vários municípios de Pernambuco e na Universidade do Estado da Bahia, em 2015, como curso especial.

Participam das aulas como consultores assistentes os produtores culturais Wanessa Santos e Alexandre Veloso, ambos formados pelo Método Canavial e inseridos no mercado de produção cultural.
 
Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário