31 de mai. de 2014

Quadrilhas Juninas: Ginásio lotado para primeira noite do Festival de Quadrilhas da Globo NE



No mês de junho, o que não pode faltar mesmo é a tradição das quadrilhas. São meses de preparação até chegar à maratona de apresentações. E um dos momentos mais esperados, é o Festival de Quadrilhas Juninas da Globo Nordeste. A primeira noite das eliminatórias aconteceu nesta última sexta-feira (30).

Cerca de 7 mil pessoas lotaram a estrutura montada no Ginásio Poliesportivo do Sesc Ler, no município de Goiana, Mata Norte de Pernambuco. No primeiro dia de festival, três quadrilhas se apresentaram. Nas arquibancadas o clima era de muita ansiedades na expectativa de prestigiar o resultado de meses de dedicação.

Tanta dedicação vai ser recompensada: o primeiro lugar vai levar um prêmio de R$ 10 mil. São R$ 7,5 mil para a segunda e R$ 5 mil para a terceira. E ainda tem os prêmios individuais para o Melhor Marcador, Melhor Casamento e Melhor Destaque.

A primeira quadrilha a se apresentar foi a prata da casa Junina Tom Maior. O grupo apresentou o tema “A mistura que deu certo”. Composta por 70 integrantes, o grupo é estreante no festival. “È uma emoção muito grande estrear em um Festival tão grande como esse, principalmente por ser aqui em nossa cidade…”, disse uma das componentes do grupo muito emocionada.

Em seguida, para grande vibração de sua torcida presente no ginásio, entrou Quadrilha Lumiar, do Pina, Zona sul do Recife. O tema apresentado foi o “Cabaré Lumiar”, onde parte da trilha sonora homenageou o “Rei do Brega e do Cabaré“, Reginaldo Rossi.

Finalizando as apresentações, a Quadrilha Matutada, de Areias, fechou a noite apresentando o tema “A Saia Rodada”. O enrredo contou à história que homem também pode dançar com saia rodada.

Três quadrilhas deixaram de se apresentar nesta sexta: Aconchego, Estrela Matuta e Beija-Flor. Os motivos os quais impossibilitaram a apresentação não foram divulgados.

Nova rodada do festival ocorre nesta sábado (31), às 20h, no mesmo local, com as apresentações dos grupos: Cambalacho, Goiana; Levanta Poeira – Ibimirim; Pisa no Espinho – Rio Doce; Brigões de Suape – Cabo de Santo Agostinho; Quentão – Ipojuca; Terror do Alto – Moreno; Luará – Nova Descoberta.

Fonte: Goiana PE – O Portal de Turismo e Cultura Goianense. Fotos: Thyago Passos

 








 


Nenhum comentário:

Postar um comentário