3 de ago. de 2016

Sessão Solene de Concessão da Medalha José Pinto de Abreu ao Sr.Mario Peixoto Guedes - Goiana-PE



Sessão Solene de Concessão da Medalha José Pinto de Abreu ao Sr.Mario Peixoto Guedes Alcoforado.

Mário Peixoto Guedes Alcoforado nasceu em Goiana, Pernambuco,Nordeste do Brasil, em 25 de janeiro de 1939.

Desde cedo demonstrava interesse particular pela música, e foi esta escolha que o conduziu para o Conservatório Pernambucano de Música, onde teve como professores Guerra Peixe, Jaime Diniz, Severino Revoredo e Kelev Ruitzes.

Estudioso musical, regente e compositor, Guedes Peixoto possui uma produção das mais representativas da atualidade e seus arranjos destacam-se pela excelência.

Montou e regeu óperas e concertos sinfônicos com a Orquestra Sinfônica do Recife, além de ter escrito sonatas, missas populares e frevos.

Foi também regente e orquestrador da extinta TV Tupi de São Paulo, e da TV Jornal do Commercio do Recife.

Foi diretor musical da Sociedade de Ópera e regente da Orquestra Sinfônica, ambas de Pernambuco.

Além disso, durante muitos anos assumiu a presidência da Ordem dos Músicos - Seção Pernambuco.

Com sua famosa orquestra, desempenhou sempre um papel dos mais importantes nos grande clubes sociais do Recife, especialmente no período momesco.

Seu estilo é considerado, ao lado dos maestros José Menezes e Duda, como um dos mais representativos do Carnaval do Recife.

Outras obras

Reforma agrária, 1964; Frevo da saudade, Trumbicando, Jane e Suzy, 1970; Frevioca, Todos os frevos de rua, 1980; O homem do guarda-chuva; Barbosa Filho no Frevo, Não perca tempo, frevo-canção, 1990; Frevo no Português.

Fonte: MPB - Compositores Pernambucanos - Coletânea bio-músico-fonográfica - 100 anos de história, Renato Phaelante, Companhia Editora de Pernambuco - CEPE -, 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário